Voluntários iniciam reforma do ateliê da Dona Nena

Um novo capítulo da história da Dona Nena começou neste mês. As reformas do ateliê-escola iniciaram neste sábado (21) a partir das 8h, com a execução do projeto arquitetônico criado pelos acadêmicos do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Uniamérica, sob a orientação do professor José Luiz Melhado. Mesmo o risco de chuva não impediu que 8 voluntários aproveitassem o tempo livre para fazer o bem ao próximo.

A reforma acontece na casa da Dona Nena, em um cômodo da casa que já existe, mas que será adaptado para que a senhora produza artesanato e tenha aulas de alfabetização nos fins da tarde. O projeto arquitetônico do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Uniamérica, sob a orientação do professor José Luiz Melhado e criação de acadêmicos; a mão-de-obra é voluntária e está sob a coordenação da empresa Tarobá Construtora; os materiais foram doados pela empresa Panorama Home Center e de outras empresas, que não mediram esforços em realizar o sonho dessa doce senhora de 65 anos.

Dona Nena se sente muito grata em ver o seu sonho tornando-se realidade, ver o projeto saindo do papel e saber que sua determinação e esforços estão dando resultado. “Eu me sinto realizada, era um sonho e não esperava que isso fosse acontecer comigo. Agora vou ter um espaço adequado para fazer o meu artesanato, que vai ajudar na minha renda familiar, além de continuar os meus estudos”, ressalta a senhora.

Segundo Rildo de Paula, responsável pela obra, a reforma tem previsão de finalizar em 1 mês, com a colaboração de 5 a 10 voluntários, em uma sequência de sábados até o término. “É gratificante poder ajudar o próximo, além de incentivar os outros que tenham interesse em participar dessa corrente do bem. Um dia eu precisei e consegui a ajuda, agora estou aqui para retribuir”, destaca ele.

Para Emerson de Oliveira, voluntário, é preciso ajudar quem precisa e incentivar outras pessoas para colaborarem também. “Penso que nunca devemos negar ajuda ao próximo, pois um dia podemos estar em uma situação difícil e alguém possa nos ajudar. Precisamos sempre pensar no outro e disponibilizar o nosso tempo para ajudar”, salienta Emerson.

Durante um talk show realizado na Uniamérica em fevereiro, a convite da jornalista Isabela Ferrari, nasceu o projeto em conjunto com o curso de Pedagogia que se comprometeu em iniciar aulas de reforço com a Dona Nena, além do curso de Arquitetura que disponibilizou força tarefa para iniciar um projeto para reforma de sua residência, além de implantar o Ateliê – Escola Dona Nena, oferecendo condições para que a ela continue realizando os seus sonhos de aprendizagem e confecção de artesanatos. Nessa etapa da história, o sonho de menina de aprender a ler e a escrever vai ganhando ainda mais força com a ajuda solidária de muitos corações do bem.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *