Marcos Pontes é homenageado com título de Doutor Honoris Causa pela UniAmérica

Marcos Pontes é homenageado com título de Doutor Honoris Causa pela UniAmérica

O futuro ministro da Ciência e Tecnologia do Brasil, tenente coronel aviador Marcos Pontes – primeiro astronauta brasileiro, esteve  na UniAmérica – Centro Universitário durante a programação do 1º Congresso Aeroespacial Brasileiro na última sexta, dia 2. Marcos Pontes ministrou duas apresentações sobre carreira e sonhos para os 300 profissionais, professores, agências espaciais e entusiastas do setor aeroespacial.

Durante uma sessão solene, com a participação do reitor da UniAmérica Ryon Braga e o pró-reitor acadêmico Blasius Debald, Marcos Pontes recebeu o título de Doutor Honoris Causa pelos relevantes serviços prestados em prol do desenvolvimento aeroespacial e tecnológico do brasil e do mundo, e do curso de Engenharia Aeroespacial da UniAmérica.

O reitor da UniAmérica Ryon Braga comentou sobre a transformação da instituição em Centro Universitário e da missão ao escolher o primeiro homenageado neste momento. “Homenagear alguém não é apenas referendar o que ela fez no passado, é ser corresponsável pelo o que ela vai fazer no futuro. Sabemos que Marcos Pontes vai continuar com a responsabilidade de contribuir para o setor e sociedade em geral”.

Nos agradecimentos, o futuro ministro Pontes citou a importância de formar novos jovens preparados com ensino de qualidade para o setor aeroespacial. “Tenho certeza que essa instituição vai crescer, que a metodologia vai florescer em nosso país e vou poder ver muitos jovens formados aqui trabalhando com ciência e tecnologia sendo profissionais verdadeiramente qualificados. Fico honrado de fazer parte dessa história, sendo o primeiro homenageado da instituição”, finaliza Pontes.

(Foto: Paulo Lisboa)

(Foto: Paulo Lisboa)

CONGRESSO AEROESPACIAL

Com o tema: “Diálogos entre Academia, Indústria e Política pública em prol de um Programa Espacial Brasileiro sustentável e impactante”, O 1º Congresso Aeroespacial Brasileiro foi sediado e co-organizado pela UniAmérica – Centro Universitário em parceria com dez instituições de notoriedade do Brasil e Paraguai. Dentre as instituições organizadoras estão o Parque Tecnológico Itaipu, Unila – Universidade Federal da Integração Latino-Americana, Agência Espacial Brasileira – AEB, Universidad Nacional de Asunción, o ITA – Instituto Tecnológico de Aeronáutica e a Universidade Federal do Paraná.