UniAmérica inaugura primeira startup focada em soluções agroecológicas

UniAmérica inaugura primeira startup focada em soluções agroecológicas

A UniAmérica inaugura a primeira startup criada 100% no ecossistema do Centro Universitário, que visa fomentar a inovação e pesquisa, por meio de metodologias ativas de aprendizagem da instituição.

Com o primeiro projeto voltado para a produção de alimentos de forma sustentável reaproveitando a água usada para criação de peixes, a startup Soluções Agroecológicas Iguaçu LTDA – criada pelos acadêmicos Osvaldo Góis de Engenharia Civil e Jeliardi Marcarini de Engenharia Elétrica do Centro Universitário –  participou em 2018 do edital público do Desafio Inova Oeste.

O Desafio Inova Oeste é uma iniciativa do Programa Oeste em Desenvolvimento (POD), por meio do Sistema Regional de Inovação (SRI) com o intuito de disseminar a cultura inovadora na região. O POD é uma ação de Governança Regional que busca promover o desenvolvimento econômico da região oeste do Paraná por meio de um processo participativo.

No edital, a startup foi selecionada na categoria Meio Ambiente, conseguindo assim, captação de recursos e um prazo de um ano para desenvolvimento, implantação e pesquisa do primeiro projeto: um sistema de Aquaponia.

“É uma conquista honrosa, fruto de trabalho árduo, mas recompensador. Oportunidade ímpar para desenvolver um sistema de produção integrada de alimentos, que preserva os recursos naturais e o meio ambiente”, comenta o acadêmico Osvaldo Góis.

Projeto piloto

Esse sistema sustentável visa reduzir a demanda por água, ligando a produção de peixe a hortaliças de uma forma onde se reaproveita a água. O peixe produz os nutrientes que a planta precisa para crescer, e a planta ao retirar esses nutrientes, devolve água limpa para o sistema de produção. Em resumo, a água do sistema irriga vegetais, que agem como filtro, absorvendo os nutrientes presentes nos dejetos. A água limpa, então, retorna ao tanque de piscicultura.

Além de ser um método mais ecológico em um sistema equilibrado, o desafio é uma maneira eficaz de contribuir para aumentar a produção e qualidade desse setor em pequenos produtores, de maneira longa e com boa escala.

Nesse modelo, o custo de montar uma estrutura em aquaponia é de 800 reais utilizando materiais reciclados. A tecnologia implantada para este projeto de forma é eficiente e barata e atualmente, não foi explorada em escala comercial no país, tornando-se um projeto inovador e pioneiro em sua área.

Case de sucesso

Segundo Lúcia Makhlouf, gerente de relacionamento da UniAmérica, “essa é prova de que o mercado está aberto e sedento por projetos que unam a proposta acadêmica com as demandas do mundo real”.